Clique no seu signo e veja o que os astros revelam pra você

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

COMO ERA PREVISTO: POPULAÇÃO DE MACARANI SOFRE COM FALTA DE BANCOS APÓS EXPLOSÕES; SITUAÇÃO AINDA PODE PIORAR

Por Guga Amaral - Redação O Responsável
Após as explosões das duas únicas agências bancárias de Macarani na segunda-feira, 12 de fevereiro 2018, a situação ficou preocupante no município.

No dia 13 de fevereiro, O Responsável já havia noticiado que a população sofreria transtornos após o as explosões, fato esse, que essa semana virou destaque em jornais eletrônicos como o Jornal Folha do Estado e o Bahia Notícias. 


Os comerciantes no município já sentem a falta de busca por compra de produtos, e como a cidade ainda vive um alto índice de desemprego, que acarreta uma certa crise financeira no município, a falta das agências tende a diminuir as compras. Começa a cair a ficha, que a população sofre com a falta do rápido acesso as contas e ao dinheiro.

Saques, depósitos, atendimentos e entre outros serviços são feitos nos pequenos postos representantes, em muitos casos, pessoas já se deslocam para Itapetinga.

As agências do Banco do Brasil e do Bradesco, foram completamente destruídas. O Banco do Brasil disponibilizou dois funcionários para atender os moradores de Macarani na agência de Itapetinga, porém com a situação deplorável da estrada que liga os municípios, os riscos de assaltos e acidentes, assusta.

Segundo o Bahia Notícias, o Bradesco informou ao vereador Glauber Costa, que a agência deve voltar a funcionar em, no máximo, 40 dias. 

Com o maior número de correntistas em Macarani, a agência do Banco do Brasil não tem previsão para retornar as atividades.

Estamos há mais de uma semana após as explosões. O fato é que, o que está preocupante, pode piorar.