Pesquisar




Clique no seu signo e veja o que os astros revelam pra você



quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Bahia vai exigir comprovante de vacinação para uso do transporte intermunicipal; medida começa a valer em dezembro

A Bahia vai exigir comprovante de vacinação contra a Covid-19 para uso do transporte público intermunicipal a partir do dia 10 dezembro. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa na noite desta quarta-feira (24). Com isso, somente vacinados poderão viajar entre cidades do estado em ônibus intermunicipais.

Segundo o governador, o decreto com a determinação será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (25). A medida, que passará a valer a partir do dia 10 de dezembro de 2021, foi anunciada no final da tarde desta quarta (24) pelo governador Rui Costa.

"Obrigatoriamente, as pessoas terão que apresentar o atestado de vacinação das duas doses, exceto as crianças, que ainda não estão no período de se vacinarem. E para as pessoas que já estão na condição da dose de reforço, também será exigido a comprovação da terceira dose", disse o governador durante o anúncio.

Rui também destacou o alto número de pessoas que, mesmo já aptas, ainda não completaram o esquema vacinal contra a Covid-19. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), quase 3 milhões de baianos estão com a segunda dose ou dose de reforço em atraso.

Por conta desses números, o governador reforçou o pedido de esforço máximo para todos os municípios do estado. "A batalha ainda não foi vencida, o vírus continua circulando. Vamos fazer uma corrente do bem para salvar vidas, cuidar da saúde, cuidar das pessoas", disse o governador. // G1.

Bahia exigirá comprovante de vacinação para entrada em hospitais e unidades SAC, diz Rui
O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou nesta terça-feira (23) que os hospitais estaduais e as unidades SAC passarão a exigir comprovante de vacinação contra a Covid-19 a partir do dia 1º de dezembro.

Segundo o gestor, a regra está estabelecida em novo decreto. "Aproveito para pedir às prefeituras que criem decretos municipais nessa linha", escreve em publicação no Twitter. // Metro1.

Nenhum comentário: