Clique no seu signo e veja o que os astros revelam pra você




terça-feira, 24 de agosto de 2021

Câmara em Foco | Vereadores cobram do executivo esclarecimentos sobre cestas básicas distribuídas a alunos de Macarani

O assunto da segunda-feira, 23, foi a distribuição das cestas básicas que compõem o kit da merenda escolar distribuídas pela Prefeitura de Macarani aos alunos da rede municipal de ensino (veja aqui). E com sessão ordinária na Câmara de vereadores, a comunidade aguardava a cobrança dos edis.

E na noite de ontem, o assunto principal da sessão foi as cestas básicas. A sessão não teve apresentação de indicativos e nem requerimentos, somente o uso da tribuna do plenário pelo vice-prefeito municipal e palavra franqueada onde os vereadores teceram críticas, pediram esclarecimentos e até apresentaram informações sobre a distribuição das cestas.

Após o vice-prefeito Elson Evangelista (PL) fazer o uso da palavra (saiba como foi), a palavra franqueada foi aberta pelo presidente. O primeiro a falar foi o vereador Neo de Amália, que fez duras críticas a gestão pela distribuição das cestas, a qual o vereador denominou "MCA- Mini cestas dos alunos". Neo chegou a levar uma cesta recebida por um pai de aluno a sessão. O vereador pediu esclarecimentos por parte da administração municipal e pediu sensibilidade e mais cuidado com os alunos da rede municipal de ensino.

A vereadora professora Dila (PSD) chegou a passar informações sobre a distribuição, chegando inclusive a informar o valor total da compra das 3.500 cestas distribuídas, sendo o montante de R$ 102.130,00. A vereadora também informou que nesta terça (24) acontecerá a licitação para a compra de alimentos da agricultura familiar.

O vereador Márcio Cim (MDB) também comentou sobre as cestas, chegando a declara que imaginou que as imagens divulgadas seriam fakes, mas que constatou a veracidade e disse que a situação é triste mas que aguardaria justificativas por parte da administração.

O vereador Edmilson Lima (Republicanos) também teceu duras críticas as cestas distribuídas aos alunos. Edmilson ressaltou a ausência de alimentos como o óleo, leite, farinha e café.  o vereador também apresentou valores de licitações realizadas pela Prefeitura municipal para aquisição de alimentos para os kits da merenda escolar. 

O vereador Jucilande Itabaí (PL) comentou sobre as cestas sem aprofundar no assunto, declarando que acredita em uma justificativa por parte da gestora e da Secretaria Municipal de Educação do porquê ausência de alguns itens. O vereador também falou sobre a cobranças feitas pelos demais vereadores.

O vereador Nilton Alves (PL) também falou sobre a distribuição das cestas declarando que a de aguardar uma justificativa da gestora. Nilton também comentou sobre a forma de cobranças dos demais vereadores. 

A vereadora Pauline Porto (PSD) também apresentou informações sobre valores de compras das cestas dos kits da merenda escolar. Sobre a falta de itens, a vereadora disse que procurará e aguardará justificativas. A vereadora também declarou que não falta sensibilidade por parte da gestora, e que a falta de itens não serve como forma de julgar a prefeita.

O presidente da câmara, Marlon Sousa (MDB) fez o resumo da sessão e comentou sobre a distribuição reforçando a atuação da câmara e dos edis em assuntos que são de total importância para a população. Marlon também explicou detalhadamente os valores das cestas básicas e de cada item.

Os vereadores Titan da Escolinha (PL) e Rubenaldo (PP) não aprofundaram e nem comentaram sobre a distribuição das cesta básicas, usando o uso da palavra franqueada para outros assuntos.

Outros assuntos também foram citados pelos edis. Confira a sessão na íntegra:


Leia também:

Editor do site RGBahia diz que errou valor unitário divulgado de cestas básicas do kit da merenda escolar

Nenhum comentário: