Clique no seu signo e veja o que os astros revelam pra você



sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Macarani: Professor Jefferson fala sobre reajuste salarial dos professores e descontextualização de suas falas em site

Por Guga Amaral - Redação O Responsável
Professor Jefferson Sousa, Presidente do Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social (CACS FUNDEB)
Algumas matérias divulgadas nos últimos dias vem gerando dúvidas, para a população referente a volta às aulas no município de Macarani e também sobre o reajuste salarial dos professores da rede municipal de ensino. Nesta sexta-feira (8), a equipe de reportagem do O Responsável entrou em contato com o Presidente do Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social (CACS FUNDEB) professor Jefferson Sousa, onde o mesmo, via telefone, nos explicou sobre os assuntos. 

Jeferson declarou que teve uma conversa com o editor do site RGBahia, que divulgou as matérias, mas que algumas informações foram descontextualizadas.

O professor Jefferson relatou como foi a conversa com o prefeito Dr. Miller Ferraz, que aconteceu em Janeiro na Prefeitura, onde o gestor informou sobre o reajuste salarial para 2019, e declarou que a informação de reajuste de 4%, foram comentários que circularam na cidade, e não foi comentado e nem confirmado pelo Prefeito na reunião.  “Em janeiro deste ano conversei com Miller, onde o que foi acordado com ele, foi que os professores de Macarani teria um reajuste em Janeiro ou Fevereiro. Janeiro poderia ser que não tivesse o reajuste por conta do pagamento do terço de férias, mas que com certeza em Fevereiro teria o reajuste. A porcentagem nós não conversamos, ele falou que a equipe da contabilidade iria fazer um estudo e depois iria sentar coma Secretaria de Educação, os Conselhos Municipais de Educação juntamente com Sindicatos, onde iriam ver em qual acordo chegar. “. 

Sobre a paralisação, fica a cargo dos Sindicatos representantes da classe a se manifestarem sobre, algo que ainda não ocorreu oficialmente. Há comentários que algumas escolas paralisarão na segunda-feira, 11, primeiro dia letivo. Jeferson informou que conversou recentemente com o presidente da APLB, onde o mesmo, relatou que só se manifestará depois de uma reunião com o advogado do sindicato na segunda-feira. 

O Presidente do CACS FUNDEB também declarou ao O Responsável, que os professores aguardam um contato do prefeito sobre o reajuste, sendo até mesmo via rede social ou outros meios de comunicação, para  que haja uma informação por parte da gestão sobre o assunto. 

Expectativas para 2019 
Sobre as expectativas para o ano de 2019, o professor Jefferson declarou que são positivas, tendo em vista que, o Conselho esse ano contará com um espaço físico cedido pela Prefeitura, para atendimento ao professores e população, assim como realização de plenárias para discussão de assuntos da educação, assim como a melhoria na relação entre o CACS FUNDEB com a Secretaria Municipal de Educação e Administração Municipal. 

“Algumas metas serão alcançadas! Será disponibilizado os espaços para os conselhos municipais de educação, onde já é uma vitória. Com isso, irá ajudar bastante os trabalhos. Vamos ver se conseguimos realizar uma vez por mês, plenárias, para mostrar o papel do conselho e transparência dos trabalhos a população. No início tivemos dificuldades de comunicação com a Secretaria, devido a transição, até por baixa participação dos professores. Esse ano, estaremos estreitando a relação com a Secretaria e com o Executivo, para que seja analisado os dados e fazendo planejamentos.”, declarou o professor Jefferson.