Clique no seu signo e veja o que os astros revelam pra você





segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

PAI É DENUNCIADO E PRESO APÓS ANUNCIAR VENDA DE FILHAS ‘NEGRAS’ GÊMEAS PELA INTERNET

Carlos Henrique Furtado, 29 anos, desempregado, foi preso neste domingo (10), por volta das 10 horas da manhã. De acordo com a Polícia Militar de Granja, no norte do Ceará, Carlos havia publicado anúncio onde vendia as próprias filhas, as gêmeas, Clarice e Clara, de 4 anos de idade. A denúncia foi feita por anônimos que viram a publicação em um site de vendas online. O anúncio dizia, “VENDE-SE 02 NEGUINHAS DO CABELO BEM RUIM – FRETE GRÁTIS”. Carlos ainda especificou o valor de R$ 129,99 reais, com direito a parcelamento no cartão. Além disso, o anúncio foi feito na seção de animais e cachorros domésticos do site. O anúncio foi feito na sexta á tarde.

Ao ser questionado, Carlos disse que fez o anúncio de venda num momento de embriaguez: “Eu estava bêbado, e muito bravo porque elas choravam demais. Na verdade, foi só uma brincadeira para assustar a mãe delas, eu ia apagar depois.” A polícia precisou escoltar Carlos para evitar linchamento por parte dos moradores vizinhos que manifestaram muita revolta e pediam por justiça. Maria Eugênia disse que mora ao lado de Carlos, segundo ela “ele sempre é violento com as meninas, por ele ter a pele clara, ele sempre chamava elas de ‘macacas’ e ‘cabelo pixaim’, a mãe foi embora de casa logo depois que elas nasceram, e quem ajuda a criá-las é a mãe dele, que vem de vez em quando.”

Carlos responderá pelos crimes de violência e tráfico infantil, além de racismo contra as próprias filhas. Tentamos entrar em contato com os responsáveis pelo site, que preferiram não se pronunciar. O anúncio foi apagado pouco após a prisão de Carlos. A mãe de Carlos, Sônia Furtado, 43 anos, disse em entrevista que diversas vezes tentou levar as netas para sua casa, mas que o filho sempre era muito agressivo e não permitia. “Ele sempre gritava comigo, e ameaçava bater em mim, caso eu as levasse. Eu mesma denunciei ele várias vezes para o Conselho Tutelar, mas nunca resolveram nada. Isso foi um absurdo, elas são dois anjinhos, e é uma covardia o que ele fazia com elas.” Dona Sônia caiu aos prantos durante a entrevista, e precisou de atendimento médico. As meninas já estão na casa dela provisoriamente até investigação da Delegacia do Menor e Conselho Tutelar. // Momento de Notícias

Nenhum comentário: