Clique no seu signo e veja o que os astros revelam pra você





domingo, 21 de maio de 2017

Entrevista com Berg Nascimento: Sua carreira, curiosidades e as novidades do Programa Forró Amigos do Berg

O locutor Berg Nascimento dá entrevista ao site O Responsável

A equipe do site O Responsável entrevistou o locutor Berg Nascimento, idealizador e apresentador do Programa Forró Amigos do Berg, que começará nesta Segunda-feira, 22.

Berg falou da sua carreira no rádio, dos programas e rádios por onde ele passou, curiosidades e as novidades do Programa Forró Amigos do Berg, que tem a volta do lendário Miguel de Itabaí e a participação do Marcelão Homem Sem Medo e Natalício Amaral.

A entrevista foi feita pelo blogueiro Guga Amaral.
Leia na íntegra:
Sua carreira no rádio.

"Eu estava morando em São Paulo, em 1995 estava indo para Santos (Praia Grande) passar o réveillon, no carro estávamos ouvindo uma Rádio e tinha um locutor apresentando o Programa, era o Banana, achei ele fera demais, depois daquele dia comecei a ouvi-lo sempre, isso me fez despertar a curiosidade por aquela profissão, como eu já era office boy na Rádio Panorama FM (Emissora que meu primo era dono), o interesse se tornou cada vez maior.

No carnaval de 1996, teve um feriado e não seria transmitido a voz do Brasil, me ligaram dizendo que eu teria que ficar tocando uma hora de música, eu sempre tive muita personalidade, tomei a decisão de me arriscar e além de tocar música, abrir o microfone e falar também (Risos), horário das 19h00 em São Paulo, é horário nobre, pique total, galera voltando do trabalho, transito e ficar só tocando música, nem a pau, não rolaria mesmo, aquele dia eu fiz o meu primeiro programa de Rádio."

 
Como foi o seu primeiro programa?
"Guga, muito ruim, uma merda (Risos) eu era muito novo só tinha 14 anos, não sabia nada de Rádio, foi muito engraçado."
 
O pior programa da sua vida, foi o primeiro?
"Não, foi em 2004, eu estava no ar na Rádio Transamérica e minha mãe estava internada, ela tinha sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral), era uma manhã 03 de março , quarta-feira, minha tia chegou na emissora e me deu a notícia que minha mãe tinha falecido."
 
Como você viu Rádios do segmento Pop Rock, como Jovem Pan, Metropolitana, mudarem o estilo e aderirem ao sertanejo na grade de Programação?
"Guga, ao logo desses anos eu aprendi que, é o povo que faz a rádio e não a rádio que faz o povo, claro deveria ser ao contrário, o rádio trazendo cultura mostrando cultura ao povo para que o povo possa decidir o que vai tocar. Como quem manda é o povo, a massa, o Rádio teve que se adequar e se render ao chamado produto comercial. Pra mim não causou nenhuma surpresa."
 
O seu estilo de programa sempre foi esse?
"Não mesmo, eu tocava, Legião, Queen, Barão Vermelho, Marisa Monte, Caetano, Djavan, etc. Só que eu tive que mudar o meu estilo, aquela era uma linguagem que não me renderia bons frutos, queria muito ter um programa de sucesso e audiência na região, precisava ganhar um pouco melhor, mas para isso eu teria que ter uma marca forte, uma identidade, patrocínios, um programa de audiência, na verdade eu precisei de algum tempo para me encontrar."
 
Berg, e o seu gosto musical onde fica? 
"Gosto musical predileto e problemas pessoais agente deixa em casa (Risos)."
 
Como é fazer um programa, quando você chega chateado na rádio?
"Ahh! Não tem essa, basicamente eu sou um personagem no ar, o ator que segue o papel de comediante no teatro ele dificilmente vai está mal, a mesma coisa sou eu no rádio."
 
Quando surgiu o Programa Amigos do Berg?
"Eu já tinha criado o programa que se tornou sucesso em toda região, Forró Da Transamérica, quando troquei de rádio eu não poderia mais usar esse nome, foi então que um amigo meu criou esse nome, AMIGOS DO BERG, foi criado por um amigo meu de infância, Israel."

Como você descobriu o Natalício e o Marcelão?
"Cheguei a conclusão que a programação estava igual a das outras emissoras, você mudava de rádio e a outra tava tocando a mesma coisa, foi então que busquei algo diferente, pensei em levar alguns caras engraçados, pessoas do nosso dia a dia, e Macarani tem muita gente engraçada, primeiro levei Aelson, ele fez muito sucesso no Forró da Transamérica, ai surgiu Natalicio, Marcelão, Rebelde, Dé da Pinga Boa e outros."
 
Sobre o Forró Amigos do Berg. Quais as novidades para esse ano?  
"O Programa vai ganhar uma nova plástica, um novo formato, além de uma edição especial aos sábados das 08h00 ás 11h00, esse ano teremos também o Seu Cristovão e a volta de um personagem que andava meio sumido, o Miguel de Itabaí."
 
Qual fato que já aconteceu em algum programa seu, que você nunca esquece.  
Tinha um cantor que no começo da Carreira, tocava muito em Macarani e consequentemente sempre participava dos meu programas depois a gente saia para tomar umas no bar do Xona, só que esse cara se tornou a voz sertaneja que conquistou o Brasil, foi para Som Livre, Rede Globo, Faustão, comprou jatinho, ficou milionário e eu acabei perdendo totalmente o contato com ele. Em 2013 eu estava no ar na Transamérica apresentando o Programa, estava ao vivo com uma ouvinte, e quem entra no Estúdio para me dá um abraço? Léo Magalhães, ele tinha show em Vitoria da conquista, passou em Macarani, pra ver segundo ele os amigos Nogueira e Berg Nascimento, ele ficou comigo o restante do programa foi uma festa, aquele dia sentir muito orgulho de ser um locutor.
 
E o Programa Os Donos do Brega, continua?  
"Eu tô pensando em fortalecer essa marca PROGRAMA AMIGOS DO BERG, tô pensando muito em manter o mesmo nome para os dois programas, de maio até julho forró, o restante do ano música Brega, Arrocha, mas com o nome de PROGRAMA AMIGOS DO BERG. "
 
Expectativas para a estreia no dia 22?  
"São as melhores, esse é o programa que sempre foi o campeão de audiência, é feito com muito amor, vem ai mais um ano de humor, forró e a cultura nordestina envolvidos em único propósito, a diversão..."

Como você avalia o forró das antigas para o forró de hoje? 
"Os cearenses trouxeram as inovações, e graças à isso hoje nos temos o forró moderno, incluíram, instrumentos e novidades e acima de tudo foram eles que fortaleceram a bandeira do forró no Nordeste e graças a essas mudanças o ritmo conquistou todo o Brasil."

Você acredita que este forró seja autêntico?
"Veja bem, a música sofre evolução todos os dias, o maior exemplo é a música sertaneja, os chamados universitários, dominaram o País, o forró não é diferente, existe dois tipos de forró, o do Gonzação. Luiz cantava as dores do povo nordestino, a seca, um nordeste melhor, o forró de hoje já é um ritmo que permite variações, se misturou com a salsa, com ritmos do Rio Grande do Sul, o vaneirão, mais recente com o sertanejo."
 
Porque você dedica mais de 70% do seu programa ao Forró das Antigas?  
"Porque tem melodia, letra, são músicas que tocam no coração, o povo ama e os mais jovens quando escutam se apaixonam."
 
O Programa Amigos do Berg, esse ano vai manter essa mesma proposta musical?
"Sim, vamos continuar unindo, filho, pai e avô no mesmo programa. (Risos)"
 
Um Sonho para o Programa?
"Guga! O Programa ainda é regional, eu tenho certeza que quando a rádio aumentar a potência, melhoraremos a nossa abrangência, vamos abrir novos horizontes, um coisa ao nosso favor hoje é a Internet, que possibilita o ouvinte ouvir o programa onde estiver. "


Jogo rápido, vamos lá
?  
"Só se for agora (Risos) "

Uma Cantora: "Elba Ramalho."
Amores: "Christiana minha esposa e meu filho Arthur."
Filme: "Conversando com Deus."
Livro: "Conversando com Deus (Neale Donald Walsch)."
Uma Paixão: "O Rádio."
Transamérica: "Uma faculdade."
Rádio Aliança: "O novo amor da Bahia (Risos)."
O Forró que marcou: "Vento Norte."
O melhor forrozeiro: "Mão Branca."
O forró é: "A trilha sonora do povo nordestino."
Amigos são: "Alguns de verdade outros de mentirinha."
Ideologia: "Deve vim depois da honestidade e o caráter."
Uma Frase: "Quando tudo parece se tornar impossível o milagre de Deus acontece."
Uma palavra que o definiria: "Locutor (Risos) "
 
Uma mensagem para os ouvintes.
"A vida nem sempre faz o que a gente determina... mas mesmo assim acreditamos, que dias melhores virão. O segredo é ser você mesmo no ar. Cada um tem um jeito, uma maneira de falar. Seja natural, seja você, o carisma vem daquilo que é falado com o coração, não esqueça jamais de uma coisa, o remo sempre estará em suas mãos... Fé em Deus e fé na vida. Abraço Guga!" 

O Programa Forró Amigos do Berg estreia nesta Segunda-feira, 22, a partir das 16:00 horas pela Rádio Aliança 98,1 FM.