Clique no seu signo e veja o que os astros revelam pra você

terça-feira, 14 de março de 2017

Erro histórico: O nome correto da praça é "Dairy Valley" e não "Dairy Walley"

Em 12 de dezembro de 1965, o então prefeito de Itapetinga, José Mendonça Luna, reinaugurava a antiga Praça Castro Alves, que passaria a denominar-se PRAÇA DAIRY VALLEY, em uma homenagem à cidade californiana do mesmo nome, que havia sido escolhida pelo ex-prefeito José Vaz Espinheira como ‘Cidade Irmã’ de Itapetinga, através de um programa de intercâmbio Brasil – Estados Unidos.

Lá, os americanos também haviam prestado homenagem a Itapetinga, colocando o nome da nossa cidade em uma das suas mais importantes avenidas, cuja inauguração contou com a presença ilustre do prefeito Espinheira, que descerrou a placa no logradouro público de Dairy Valley.


Na nossa festa de inauguração, o prefeito da cidade americana também se fez presente e descerrou a placa com o nome correto da sua da sua cidade (Dairy Valley), na fachada do prédio da Loja Maçônica, também inaugurado naquele dia, com as presenças de inúmeras autoridades municipais, regionais e estaduais. Inaugurou-se, também, na mesma data, o Hotel Goitacaz.

Do outro lado da praça, foi inaugurado o posto de gasolina, que também recebeu o nome da nova praça, mas que por um equívoco quase imperceptível, o nome foi escrito na placa e nos lindos painéis de azulejos, de forma errônea: ao invés de escrever ‘DAIRY VALLEY’ (com V), o pintor escreveu DAIRY WALLEY (com W), letra mais “charmosa” que acabou prevalecendo, e que por causa dela vimos insistindo em um erro histórico a exatos 52 anos.

Para piorar, a cidade americana de Dairy Valley (que significa Vale dos Laticínios), mudou o seu nome para ‘CERRITOS’, há quase quatro décadas, mas por aqui continuamos usando a denominação errada, DAIRY WALLEY. Vale lembrar que no vernáculo inglês a letra ‘W’ tem som de ‘U’ e não de ‘V’.


CLIQUE AQUI E CONFIRA A LEI QUE MODIFICOU O NOME DA PRAÇA  

Por Sudoeste Hoje