Clique no seu signo e veja o que os astros revelam pra você




quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Qual o tempo de decomposição dos materiais?



Descartar resíduos incorretamente é um desperdício e uma irresponsabilidade.
Desperdício porque todo material reciclável tem valor. Separado, limpo e organizado por tipo, torna a reciclagem um nicho de mercado viável e lucrativo.
Irresponsável porque colabora para o aumento do volume de lixo em aterros, criação e manutenção de lixões, empregos em condições degradantes, esgotamento de matérias-primas naturais e por fim, o descarte cria um processo de deseducação. Hoje, com nossos exemplos, ensinamos a jogar fora tudo que não nos interessa mais. Amanhã, estaremos criando pessoas que descartam relações e sentimentos, assim como fazem com objetos.

Pesquisando na internet, existem diferenças sobre o tempo de decomposição dos materiais, mas como foi visto acima, isso não é o mais importante. O que precisamos é ter consciência do nosso papel de cidadão e evitar ao máximo que os materiais recicláveis sofram decomposição. Abaixo seguem algumas tabelas e informações variadas sobre o assunto. Acompanhe:


A diferença entre as informações pode ter vários motivos. Vamos ver o exemplo do papel. Hoje em dia, o tratamento do papel é feito com bactericidas para evitar que estraguem, portanto, podem durar muitos anos estocado, mas também um longo tempo, mesmo que esteja em um lixão. Por isso que o procedimento mais comum nesses locais é queimar o papel para reduzir seu volume, gerando gases tóxicos. Mas vamos imaginar que estamos falando de papel higiênico sujo (eca!). Ele tem todas as condições para se decompor rapidamente, certo? Nem sempre, pois se estiver dentro de um saco plástico, dificilmente isso vai acontecer, levando um longo tempo. Entendeu a complexidade? Então a regra é simples, descarte corretamente seus resíduos e cobre das autoridades que o tratamento do lixo seja adequado.
Do site Setor Reciclagem

Nenhum comentário: