Clique no seu signo e veja o que os astros revelam pra você




terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Estudante nota 1.000 no Enem é hackeada e inscrita em 'produção de cachaça'

A estudante Tereza Gayoso teve a sua inscrição alterada
(Foto: Reprodução/Facebook)
A estudante Tereza Gayoso, 23 anos, que teve nota máxima na prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2017, foi uma dos estudantes que tiveram a opção de curso alterada no site do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação. A troca de curso foi uma ação de hackers. A informação é da 'Época'.

De acordo com a revista, o site do Sisu foi hackeado na noite da segunda-feira (30), após os resultados do Enem terem sido divulgados.

A estudante, que originalmente tinha se inscrito no curso de medicina, soube, nesta terça-feira (31) que foi inscrita no curso de 'Produção de Cachaça', no Instituto Federal do Norte de Minas, em Salinas.

Há mais relatos de candidatos que tiveram a inscrição alterada. Um dos casos, que preferiu não se identificar, o estudante teve a inscrição alterada para o curso de Ciências Sociais. O Ministério da Educação ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Do iBahia

Nenhum comentário: